Terça-feira, 8 de Abril de 2008
Uma diva portuguesa


Se existe uma diva em Portugal, chama-se Maria de Lourdes Modesto. A senhora que ainda tem muito de menina foi uma estrela da televisão portuguesa e continua a ser uma referência incontornável na divulgação da boa gastronomia portuguesa - perguntem aos maiores chef's de todas as gerações, como Vítor Sobral ou José Avillez, muitos por ela lançados, e verão o que respondem. Num país como Portugal onde as referências culturais são tão poucas - e uma delas, talvez a principal, é a gastronomia - só por disparate nacional é que se podem desperdiçar personalidades galácticas como Maria de Lourdes. Falo dela com este tom pessoal porque aqui há uns anos fui incumbido por Miguel Esteves Cardoso de a contratar como redactora principal da Preguiça, uma revista d' O Independente de que eu era editor. Recebeu-me em sua casa com a humildade que só os grandes têm e ficámos imediatamente amigos para toda a vida. Eu como fã. Ela como estrela, claro.

Acabei de voltar agora de uma homenagem que justamente lhe fizeram no âmbito do Peixe em Lisboa. Foi um almoço no restaurante do Terreiro do Paço só para amigos próximos organizado pelo Duarte Calvão - considerado um dos melhores críticos portugueses de gastronomia -, a quem agradeço o convite. Modesto foi a primeira e única homenageada deste ano, o que prova o bom senso dos organizadores do evento, que inclui a Câmara Municipal de Lisboa. Eu ainda estou comovido - e encabulado - com as palavras que me dirigiu em público. Muito obrigado, querida Maria de Lourdes.

publicado por Paulo Pinto Mascarenhas
link do poste | comentar

Comentários:
De PR a 8 de Abril de 2008 às 18:42
Realmente, a Sra. Maria de Lurdes Modesto é o ícone da gastronomia portuguesa, e esta homenagem é mais do que merecida.
A propósito: que tal era o almoço? Eheh...


De Paulo Pinto Mascarenhas a 8 de Abril de 2008 às 22:27
O almoço foi fantástico, PR, da responsabilidade do Vítor Sobral e do José Avillez, que são do melhor de Portugal.


De alexandra tavares teles a 8 de Abril de 2008 às 21:44
lembras-te da 'Preguiça', Paulo?


De Paulo Pinto Mascarenhas a 8 de Abril de 2008 às 22:28
Lembro sim senhora, Alexandra. Escrevo sobre isso, também. Bjs


De alexandra tavares-teles a 8 de Abril de 2008 às 22:46
claro que falas. Desculpa! Mas diz-me uma coisa : nesses bons tempos, de ler e chorar por mais, aprendeste a cozinhar alguma coisinha que fosse com a nossa'diva ?


De Paulo Pinto Mascarenhas a 9 de Abril de 2008 às 00:17
Zero (0). Aprendi a gostar de comer bem....

já foi alguma coisa...


Comentar post

pub
pesquisar
 
linques
blogs SAPO