Terça-feira, 29 de Abril de 2008
A reprise do costume

Manuela Ferreira Leite não queria mas, claro está, com enorme sacrifício pessoal e depois de muito reflectir tomou a decisão mais difícil da sua vida política: salvar o PSD e o país.

Já vimos demasiadas vezes esta ópera bufa. Daqui a uns dias vamos ouvir que a Sra não se considera uma política profissional, que o que a move é um enorme desejo de salvar o partido e que não se canditaria se não pensasse que não havia outra solução. Se não for ela, é a desgraça, a catástrofe, a anarquia. Os patrões espanhóis vão, bem entendido, compreender esta árdua decisão e dar-lhe todo o apoio neste autêntico hercúleo trabalho. Vai ser uma coisa de fazer chorar as pedras da calçada.

Eu prefiro alguém que queira ser Presidente do PSD porque tem vontade de o ser, porque pensa que pode ajudar, porque tem projectos e ideias que acha serem boas para o país. É preciso entusiasmo e ambição e não a velha patranha do sacrifício e do desprendimento.    



publicado por Pedro Marques Lopes
link do poste | comentar

Comentários:
De duli a 29 de Abril de 2008 às 00:55
Apoiado! mas é mesmo!
(tirem-me daqui!!)
Qualquer dia vai lá o Vara arrumar aquilo.


De tricJardim a 29 de Abril de 2008 às 01:54
"Eu prefiro alguém que queira ser Presidente do PSD porque tem vontade de o ser, porque pensa que pode ajudar, porque tem projectos e ideias que acha serem boas para o país. É preciso entusiasmo e ambição e não a velha patranha do sacrifício e do desprendimento. "

deve se estar a referir ao grande Alberto João Jardim, só pode !!

1º "Eu prefiro alguém que queira ser Presidente do PSD porque tem vontade de o ser"

quer ser, neste momento recruta as chefias intremedias para as suas tropas


2º "pensa que pode ajudar"

já o disse

3º "porque tem projectos e ideias que acha serem boas para o país."

todos os projectos e ideias tem que ter uma boa argamassa de valores tugas( ver o manifesto de apoio ao Alberto J. Jardim), senão com o vento...

4º "É preciso entusiasmo e ambição e não a velha patranha do sacrifício e do desprendimento. "

esta frase é a cara do Alberto J. Jardim

---


100% de acordo consigo , quem diria Abortista !!









Comentar post

pub
pesquisar
 
linques
blogs SAPO