Terça-feira, 29 de Abril de 2008
Hillary, Obama e Queijo da Serra


Patinha Antão também já está na internet. Com propostas realmente revolucionárias:

"... proponho agora uma versão mais eficaz e ambiciosa.

Não é por acaso que, no Reino Unido, os líderes políticos, uma vez eleitos, não são objecto de guerrilhas internas movidas por candidatos que perderam.

É que, candidato que fique em 2º, passa a ser o nº 2 do Partido, o que fique em 3º, passa a ser o nº 3, se tiverem obtido votações expressivas. 

O princípio é claro. Só os que pensem ser os melhores devem concorrer à eleição. E quem estabelece os ranking no Partido são os militantes.

Eu gostaria de ver este tipo de regra implantado já no PSD. Daríamos um enorme salto de qualidade.

Mário Patinha Antão

Candidato a Presidente do PSD e a Primeiro-Ministro de Portugal até 2017"


publicado por Paulo Pinto Mascarenhas
link do poste | comentar

Comentários:
De Leitor a 29 de Abril de 2008 às 13:46
"Candidato a Presidente do PSD e a Primeiro-Ministro de Portugal até 2017"

Gostei de ler esse texto do camarada Patinha na íntegra. Tive foi que reler a última frase diversas vezes até conseguir ler o "até 2017".
À primeira li "em 2017" e à segunda e terceira também.
Agora relendo percebo finalmente o sentido da frase: ele vai ser candidato a presidente do PSD até 2017! Se não ganhar até lá desiste. Se ganhar deixa de ser candidato.

Gosto disto. Muito melhor do que "stand-up comedy".


De Ana Matos Pires a 29 de Abril de 2008 às 15:14
Elegantíssimo, o título académico antes do nome. O senhor deve ter uma questão qualquer mal resolvida com a academia, coitado.


Comentar post

pub
pesquisar
 
linques
blogs SAPO