Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008
O Teórico Patriota e o Debate que não Morreu

Nunca fui um grande admirador da obra de Huntington, mas felizmente sempre resisti à tentação, que assaltou muitas almas por esse País fora, de o tratar como um tontinho que não sabia bem o que dizia. Em particular, a sua obra sobre o "Choque das Civilizações" foi por muita gente comentada com o desdém próprio de quem a não leu. Um pouco à semelhança de "O Fim da História" de Fukuyama. Quando associamos ambas as obras, percebemos que Huntington e Fukuyama tiveram o mérito de continuar por outros meios o debate iniciado décadas antes por Kojève e Schmitt. É verdade que esse debate nunca foi recuperado com a profundidade e intensidade originárias. Mas nem por isso perdeu relevância. Pelo contrário, está bem vivo, mesmo quando não nos apercebemos disso.

 

Sobre o tema do "teórico patriota", dar uma vista de olhos por "Samuel Huntington's Warning", de Fouad Ajami.



publicado por Miguel Morgado
link do poste

De filipe canas a 30 de Dezembro de 2008 às 13:16
Caro Miguel,

Não achas mais correctto afirmar que Huntington continuou mais as teorias de Spengler do que de Schmitt?

É que de Schmitt eu não conheço qualquer escrito sobre confrontos civilizacionais (embora não tenha lido tudo o que ele escreveu).

Cumprimentos,

filipe canas


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Email

Password


Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




pub
pesquisar
 
linques
blogs SAPO