Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008
Another day in Neverland!
Mais de 60 funcionários públicos viram a sua colocação em “mobilidade especial” anulada. Entre as várias razões, descobrimos que a situação era de diminuição dos seus vencimentos, que se tratava de um prejuízo de difícil reparação e que era igualmente um forte abalo anímico (aplicado aqui como eufemismo de uma quase depressão).

Eu que trabalho mas não sou pago, não posso alegar diminuição de vencimentos, porque pior que isto só se eu pagasse para trabalhar. Mas vou aproveitar o argumento e dizer que a minha situação me está a provocar um forte abalo anímico. Pode ser que pegue.

publicado por Alexandre Homem Cristo
link do poste | comentar
Categorias:

Comentários:
De caramelo a 23 de Janeiro de 2008 às 11:40
Ó amigo, você trabalha e não é pago? E não tem abalos de espécie alguma com isso? Na boa? Coooool... Olhe, what can I say, parabéns...

(eia, há cromo novo no oceano...)


De PPM a 23 de Janeiro de 2008 às 13:27
Tenha mais respeito caramelo por quem está a tentar começar a vida profissional. O Alexandre não tem a sua provecta idade.


De caramelo a 23 de Janeiro de 2008 às 13:43
Ah, ele é novito? já percebi... Desculpa lá ó Alex. Na boa, tá?


De David Silva a 23 de Janeiro de 2008 às 15:18
Se está a começar e não é pago, está nalguma espécie de estágio, certo?
Pois, agora há estágios que não são pagos... mas é um investimento. Ou não.
Espero que veja o seu esforço recompensado, mas não diminua - se percebi o texto - os revezes de quem já ganha algum, só porque... ganha.


Comentar post

pub
pesquisar
 
linques
blogs SAPO