urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico blogue atlântico Atlântico Atlântico 2009-01-04T23:41:08Z urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2588667 2009-01-04T23:59:53 Adeus Atlântico 2009-01-04T23:34:51Z 2009-01-04T23:41:08Z <p><font face="Verdana"><font face="Georgia" color="#333333" style="font-size: 11pt;"><a href="http://photos1.blogger.com/blogger/1176/2103/1600/atl-fev-esboco-capa.jpg"><img border="0" style="margin: 0pt 10px 10px 0pt; float: left; cursor: pointer; width: 151px; height: 179px;" src="http://photos1.blogger.com/blogger/1176/2103/400/atl-fev-esboco-capa.jpg" alt="" /></a></font></font></p> <p>Este blogue acaba hoje, a pouco mais de uma semana de celebrar três anos. O aniversário seria já no próximo dia <a target="_blank" href="http://revista-atlantico.blogspot.com/2006_01_01_archive.html">12 de Janeiro</a>, data da minha primeira &quot;experiência atlântica&quot; na blogosfera. Perante a opinião claramente maioritária dos <a target="_blank" href="http://atlantico.blogs.sapo.pt/1086.html"><b>Atlânticos</b></a>, expressa no próprio blogue ou por email pessoal, esta é a única decisão lógica, que assumo como minha. Também para mim, fecha-se o ciclo atlântico. Depois da suspensão de uma revista de debates e de ideias que conseguiu publicar ininterruptamente durante 36 meses - e de que fui director durante 26 deles - segue-se o fim do blogue. Sem dramas. Basta ler os jornais diários, semanários e revistas, escutar rádios e acompanhar as televisões, mas também os blogues e as boas livrarias, para constatar que o espírito da revista <b>Atlântico</b> e do blogue <b>Atlântico</b> está bem vivo, prometendo continuar a andar por aí. Agradeço uma vez mais o empenho e o esforço dos autores que tornaram possível esta verdadeira aventura em Portugal. O meu agradecimento também a todos os leitores e comentadores.</p> <p> </p> <p>1, 2, 3 - até à próxima.</p> <p> </p> <p> </p> <p>[<b>Paulo Pinto Mascarenhas</b>]</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2588272 joao moreira de sá 2009-01-04T21:14:32 Fins e Começos 2009-01-04T21:22:36Z 2009-01-04T22:52:48Z <p> </p> <div>Infeliz coincidência, tinha agendado para amanhã, Segunda 5, um post de divulgação do novo projecto em que estou envolvido, a que pomposamente (mas com noção da devida modéstia) chamo &quot;a casa do humor&quot;.</div> <div> </div> <div>Falo do <b><a href="http://www.pnethumor.pt/">PNEThumor</a></b>, um site inteiramente dedicado ao humor. Em tempo de anuncio de fins e despedidas, creio que não me ficará mal anunciar um outro começo e deixar um convite a uma visita.</div> <div>Nasceu hoje, nasce oficialmente amanhã, dia 5.</div> <p> </p> <div>As minhas &quot;arcebispadas&quot;, essas mantâm-se por <b><a href="http://arcebispodecantuaria.blogs.sapo.pt/">aqui</a></b>.</div> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2588017 Paulo Tunhas 2009-01-04T09:02:39 Bons tempos 2009-01-04T09:04:31Z 2009-01-04T10:06:31Z <p>Uma semana em Istambul, e, de regresso, uma pessoa depara-se com uma coisa destas. O Paulo de partida &ndash; espero que não para o fim do mundo, de bloco na mão, como acontece aos jornalistas da TSF -, um coro de choros de despedida, mais rodopiante que o mais rodopiante dos derviches, a altiva hombridade do Henrique, e o blogue a entrar tranquilamente pela não-existência dentro. Não é que o final de 2008 &ndash; em que descobri que aos olhos de uma cidadã ateniense eu próprio era nem mais nem menos do que o primeiro-ministro de Israel - não me tivesse já preparado para sinistros pensamentos de lancinantes rupturas. Três dias consecutivos, dois passos atrás da imperiosa compradora, a carregar tapetes, especiarias e faianças pelo labirinto do Grande Bazar, com o ocasional chá de maçã no intervalo das compras e a milésima resposta a um inquérito sobre a minha nacionalidade (um passatempo favorito dos locais), iam sendo destruídos por um jantar em que, a partir de certa altura, o único diálogo, se é que a palavra convém, se reduzia ao dedilhar das teclas do telemóvel pela representante da civilização helénica, que enviava furiosamente mensagens a personagens por mim ignoradas. Nestas situações (é um conselho que dou, e garanto que sei do que falo) convém exorbitar de delicadeza: juro que funciona. Passado o último espasmo da raiva adversa (um comentário subtil sobre o facto de umas tímidas gargalhadas matinais com o <i>Hot Water</i> de Wodehouse incomodarem mais o sono do que o canto do <i>muezzin</i> da Mesquita Azul &ndash; em plena forma, de resto, naquela manhã nevosa), tudo voltou à perfeição, e o mundo reconstruiu-se propiciatório para 2009. Muito propiciatório, mesmo. Com o blogue, desgraçadamente, não é a mesma coisa: acaba a sério. Como é tarde demais para me lançar ao Bósforo, só me resta agradecer ao Paulo, e aos outros, os tempos do blogue. Foram bons tempos. Quanto ao jantar, a meio caminho entre Lisboa e Porto, cem por cento de acordo. Como diria o inventivo Packy (ver livro acima): <i>Cigarettes? Wine? Why, this looks great. It&rsquo;s the old Omar Khayyam stuff</i>.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2587873 Afonso Azevedo Neves 2009-01-03T23:41:20 That's all folksclore! 2009-01-03T23:47:13Z 2009-01-03T23:47:13Z <p>Bem... foi bom, mesmo muito bom. Obrigado ao Paulo por esta magnífica oportunidade e continuarei no <a href="http://agrandealface.wordpress.com/">A Grande Alface</a> e para quem não grama o que escrevo também por <a href="http://afonsoazevedoneves.wordpress.com/">aqui</a>.</p> <p> </p> <p>Se alguém se lembrar de fazer uma noite final dos Atlânticos é favor avisar que eu não pude ir da última vez.</p> <p> </p> <p>'brigadinhos!</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2587573 joao moreira de sá 2009-01-03T23:30:28 Arcebispada final II 2009-01-03T23:32:31Z 2009-01-03T23:32:31Z <p> </p> <p><i>Não podia acabar sem uma destas.</i></p> <p> </p> <div>Paulo, mas que grande 31 foste arranjar...</div> <div> </div> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2587083 joao moreira de sá 2009-01-03T22:43:34 Arcebispada final 2009-01-03T22:43:38Z 2009-01-03T22:43:38Z Paulo,<br /><br />Penso que, uma vez feitas todas as despedidas, caber-te-á fechar a porta. <br />Não fúnebre, só elogio. <br />Nem necessariamente famous, apenas last words.<br />Antes que isto se torne num chain-post de adeuses.<br />Se acaba, que tenha um ponto final.<br />Este é o meu.<br />A todos os que não quero ofender chamando colegas, mas parceiros de escritas sem dúvida, foi um prazer e uma honra.<br />Aos leitores, visitantes desta casa digo apenas que eu também era. <br />Aos que além das pessoas dignas e sérias que aqui escrevem se davam ao trabalho de me ler também, têm a minha paróquia à disposição. urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2587346 Bruno Gonçalves 2009-01-03T22:30:15 Good Night, and Good Luck 2009-01-03T22:51:40Z 2009-01-04T02:13:37Z <p style="text-align: justify;">Já há 4 anos que me encontro neste mundo virtual que são os blogs. Desde há dois anos que tenho o prazer de escrever e partilhar este espaço que é o Blog Atlântico. Tudo tem o seu fim. Despeço-me agradecendo a todos os leitores e comentadores que por cá passaram, aos meus colegas Atlânticos e um agradecimento muito especial ao Paulo pela oportunidade e privilégio que me deu para escrever neste espaço. Desejo-lhe o maior sucesso no seu próximo projecto.</p> <p> </p> <p style="text-align: justify;">Estou certo que encontrarei os meus camaradas Atlânticos noutros espaços e noutras lutas, por isso espero que o adeus seja breve. E tal como Edward Murrow, despeço-me com um simples <i>Good night, and good luck</i>.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2586425 Ana Margarida Craveiro 2009-01-03T18:05:53 So, this is goodbye 2009-01-03T18:07:35Z 2009-01-03T18:07:35Z <p> <a href="http://fotos.sapo.pt/ZLUnh0pTvZzFUNg60GGd" target="_blank"><img border="0" src="http://fotos.sapo.pt/ZLUnh0pTvZzFUNg60GGd/340x255" style="border-color: black;" alt="" /></a></p> <p> </p> <p>Não tenho grande jeito para despedidas. Que seja um eclipse rápido, então: obrigada por este tempo. A todos, atlânticos e leitores, mas muito especialmente ao Paulo e ao Henrique. Obrigada por me terem feito sentir bem vinda durante este quase ano e meio.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2586329 João Moreira Pinto 2009-01-03T17:49:34 Do tempo que vivemos e do que há-de vir 2009-01-03T17:54:55Z 2009-01-03T19:11:02Z <p>Celebrando o <a href="http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/messages/peace/documents/hf_ben-xvi_mes_20071208_xli-world-day-peace_po.html">Dia Mundial da Paz</a>, falou-se das disparidades sociais como geradores de violência. A pobreza como causa e consequência dos conflitos armados deverem fazer-nos olhar não só para o que passa por esse mundo fora (e a <a href="http://news.google.pt/news?hl=pt&amp;q=gaza&amp;um=1&amp;ie=UTF-8&amp;sa=X&amp;oi=news_group&amp;resnum=1&amp;ct=title">realidade lá fora é triste</a>), mas também ao que está a acontecer à porta das nossas casas.</p> <p> </p> <p>O Estado garantia em que nos fizeram acreditar, habituou-nos mal e preparou-nos pior para o que possa aí vir. Um Estado que se substituiu à família em todo e qualquer apoio social, nomeadamente ao nível educativo, assitencial e financeiro, desresponsabilizou-a. Perante a crise que veio para ficar, a população vai exigiar cada vez mais do Estado: vai querer que lhe dê emprego ou um subsídio, vai querer que lhe dê incentivos, vai querer que lhe eduque as crianças e lhe dê de comer; vai querer que lhe fique com os velhos. Vai querer tudo e mais alguma coisa. Cada vez mais.</p> <p> </p> <p>Distribuindo dinheiro a quem lhe estende a mão, priveligiando os ricos e os pobres, o Estado puxa pelas pontas e cria, no meio, tensões cada vez mais graves. A classe média estica, estica e fica cada vez mais magra. A corda vai acabar por partir e o conflito vai estourar.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2586027 João Moreira Pinto 2009-01-03T17:49:23 Do mau exemplo que dão os nossos governates (III) ou o País ao contrário 2009-01-03T17:49:27Z 2009-01-03T17:56:37Z <p>Hoje em destaque na <i>newsletter</i>  do Portal do Cidadão, o que deveria ser um motivo de preocupação para o País.</p> <p> </p> <p><a href="http://www.portaldocidadao.pt/PORTAL/pt/noticias/01_2009/NEWS_recurso+as+urgencias+hospitalares+continua+a+crescer.htm">«Durante o ano de 2007, os SAP realizaram 619 mil consultas de recurso, no mesmo período, verificaram-se perto de 6,6 milhões de episódios de urgência nos Hospitais, mais 124 mil do que em 2006.»</a></p> <p> </p> <p><a href="http://atlantico.blogs.sapo.pt/2566724.html">Pois</a>. <a href="http://atlantico.blogs.sapo.pt/2553411.html">Pois</a>.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2586802 Alexandre Homem Cristo 2009-01-03T17:49:00 Adeus, e obrigado. 2009-01-03T18:28:15Z 2009-01-03T18:28:15Z <p>Este é o meu último post no <b>blogue atlântico</b>. O meu obrigado a todos aqueles que me leram durante o ano que aqui passei. Gostaria de agradecer a todos os restantes atlânticos que partilharam comigo este cantinho da blogosfera, e em especial ao Henrique e ao Paulo, que me convidaram para aqui escrever. Aproveito para desejar ao Paulo um grande sucesso nesta sua nova fase profissional, que tenho confiança que alcançará. A todos, adeus e obrigado.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2585767 João Moreira Pinto 2009-01-03T17:45:43 Do tempo cá passado 2009-01-03T17:49:13Z 2009-01-03T17:49:13Z <p>6 Dias, menos que uma semana. Antes que fechem definitivamente o blogue, deixo dois <i>posts </i>que aguardavam nos rascunhos. Depois volto para o meu <a href="http://liberdadedosoutros.blogspot.com">cantinho</a>. Da parte que me toca, obrigado pelo tempo de antena.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2585525 Bernardo Pires de Lima 2009-01-03T17:10:21 This is the end. 2009-01-03T17:09:54Z 2009-01-03T17:09:54Z <p>Não gosto de blogues, embora escreva neles há quase cinco anos, o que faz de mim um caso clínico. Entrei nisto a convite do Paulo, mantive-me por causa dele, e sairei com ele, como aliás já tinha decidido há muito tempo. Para mim a blogosfera é o Paulo Pinto Mascarenhas, sem menosprezo para todos os que diariamente se dedicam a ela. Eu confesso que a minha pica pelos blogues já conheceu melhores dias. Sem <i>mister, </i>então, esqueçam. É importante que se fechem capítulos e se abram outros e é isso que certamente irá acontecer. Abraços a todos os que tiveram a paciência de me ler por aqui. Grazie a tutti. Ci vediamo.</p> <p> </p> <p>Bernardo Pires de Lima</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2585342 Bruno Vieira Amaral 2009-01-03T14:35:35 assim como assim 2009-01-03T15:09:48Z 2009-01-03T15:09:48Z <p style="text-align: justify">Há uma velha história soviética de uma orquestra sem maestro. Abolir as hierarquias e tal. A experiência não deve ter resultado muito bem porque não fez escola. O maestro é necessário. O Paulo tem sido desde o início o maestro do blog. Não é daqueles maestros autoritários e que se fazem notar mais que os músicos. É um maestro que potencia a qualidade dos elementos que compõem este blog. O mais notável é que o faz com discrição, o que pode levar a crer que não é indispensável. É uma liderança invisível mas a sua ausência seria penosamente visível. Por este motivo cesso a minha colaboração no blog. Foram dois anos de colaboração intermitente mas que me deram muito gozo. A minha participação deve-se ao Henrique e ao Paulo. Agradeço aos leitores do blog. Agradeço à minha mãe que teve a bondade de nunca ler o que eu escrevi. Vou continuar a escrever aqui: <a href="http://www.circodalama.blogs.sapo.pt">o circo da lama</a>.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2585069 Bruno Vieira Amaral 2009-01-03T13:54:12 Bye, Bye 2009-01-03T13:58:02Z 2009-01-03T14:04:09Z <object width="425" height="344"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/bNcl0L7eJUY&amp;hl=en&amp;fs=1"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/bNcl0L7eJUY&amp;hl=en&amp;fs=1" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="425" height="344"></embed></object> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2584595 Pedro Marques Lopes 2009-01-03T13:41:02 Hasta la vista 2009-01-03T13:42:03Z 2009-01-03T13:42:03Z <p style="text-align: justify;"><span style="font-size: medium;">O Paulo, pelas melhores razões, abandonou o blog. Não vou repetir o que o Henrique escreveu sobre a importância do Paulo para este espaço por me parecer demasiado óbvio. Também não vou voltar a apregoar a amizade que me une ao grande Mascas nem a profunda dívida de gratidão que tenho para com ele. <br /> O Paulo é um daqueles tipos que dá tudo e não pede nada em troca. Foi assim comigo desde o primeiro momento. Para mim, nada pode definir melhor o carácter de um homem. <br /> Adiante. Na minha cabeça sempre foi claro que sairia quando o Paulo saísse. <br /> Ficaram bons momentos aqui passados mas mais importante que tudo foram os  amigos que fiz neste espaço ou por causa deste espaço e que, tenho a certeza, vou conversar para a vida. <br /> Queria agradecer a todos os que tiveram a paciência de me ler, aos meus parceiros de blog, aos que deixaram comentários e demais criaturas que circulam por este sitio espantoso que é a blogosfera. <br /> <br /> &ldquo;E agora eu vou-me embora<br /> e embora a dor<br /> não queira ir já embora<br /> agora eu vou-me embora<br /> e parto sem dor<br /> <br /> E parto dentro de momentos<br /> apesar de haver momentos<br /> em que dentro a dor<br /> não parte sem dor&rdquo;<br /> <br /> </span></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2584362 joao moreira de sá 2009-01-03T13:12:15 Isso e um par de estalos a cada um 2009-01-03T13:12:15Z 2009-01-03T13:12:15Z E mudar o nome para Faixa de Gaze? urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2584285 Vasco Campilho 2009-01-03T12:58:34 O prometido é devido. 2009-01-03T12:59:25Z 2009-01-03T13:08:53Z <p style="text-align: justify;">Prometi no outro dia <a href="http://twitter.com/vascocampilho/status/1087094844" target="_blank">discordar do Miguel Morgado,</a> e ainda que ninguém me tenha cobrado a promessa nem seja previsível que alguém o venha a fazer, eu sou um homem de palavra ou pelo menos faço por isso.</p> <p style="text-align: justify;"> </p> <p style="text-align: justify;">Há dias <a href="http://twitter.com/vascocampilho/status/1086877257" target="_blank">sintonizei o computador para o Rádio Clube</a> a tempo de apanhar o fim do programa em que o <a href="http://agrandealface.wordpress.com/" target="_blank">Afonso</a> <a href="http://afonsoazevedoneves.wordpress.com/" target="_blank">Azevedo</a> <a href="http://atlantico.blogs.sapo.pt/" target="_blank">Neves</a> e o <a href="http://cachimbodemagritte.blogspot.com/" target="_blank">Miguel</a> <a href="http://atlantico.blogs.sapo.pt/" target="_blank">Morgado</a> comentavam a actualidade política do momento. Como não podia deixar de ser, o Estatuto dos Açores estava na ordem do dia. A propósito da votação na Assembleia da República, o Miguel comentou que a generalidade dos partidos políticos tinha sido captada pelos interesses dos seus ramos regionais, e rematou especulando sobre a possibilidade de a regionalização do Continente poder vir a desmultiplicar este tipo de problemas.</p> <p style="text-align: justify;"> </p> <p style="text-align: justify;">Parece-me que este é um argumento inválido contra a regionalizaação. Desde logo porque a regionalização do Continente, a acontecer, será administrativa, isto é, os órgãos políticos regionais serão de natureza autárquica e não autonómica. O que proporciona muito poucas ocasiões de interferir nos equilíbrios institucionais do regime.</p> <p style="text-align: justify;"> </p> <p style="text-align: justify;">Mas sobretudo, já hoje os partidos têm órgãos locais e distritais onde estão bem representadas as elites políticas locais. Ninguém duvida da sua importância na distribuição anual do PIDDAC e mesmo - <em>horresco referens</em> - dos fundos europeus*. Será caso para suprimir o poder local democrático que suporta essas elites?</p> <p style="text-align: justify;"> </p> <p style="text-align: justify;">Parece-me que é antes caso para Portugal aprender finalmente a viver de forma descomplexada com a representação política de interesses territoriais, tanto a nível local como a nível regional, tanto nas ilhas como no Continente.</p> <p style="text-align: justify;"> </p> <p style="text-align: justify;"><span style="font-size: smaller;">______ </span></p> <p style="text-align: justify;"><span style="font-size: smaller;">* Esta soou mal. Aqui referia-me à importância das elites políticas locais na distribuição do PIDDAC e dos fundos europeus, não à dos órgãos locais e distritais dos partidos. Enquanto membro de um, sei bem que não é por ali que passam esse tipo de arbitragens...</span></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2584051 Bruno Vieira Amaral 2009-01-03T12:15:51 A criança entre aspas (2) 2009-01-03T12:18:43Z 2009-01-03T12:18:43Z <p>O interesse mediático pode ser menor, as televisões podem desinteressar-se, mas a vida de &quot;Esmeralda&quot; continua. <a href="http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Policia/Interior.aspx?content_id=1066173">Aqui</a>.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2583640 joao moreira de sá 2009-01-03T09:31:49 Depois do Rock in Rio in Lisboa 2009-01-03T09:34:11Z 2009-01-03T09:34:11Z <p> </p> <div>&quot;<a href="http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1354810">Dakar sem Dakar na Argentina</a>&quot;</div> <p> </p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2583510 joao moreira de sá 2009-01-03T08:04:05 Não é o humor que é negro, a verdade é que o é 2009-01-03T08:04:05Z 2009-01-03T08:04:05Z Anda tudo mortinho para que Israel invada. urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2583069 Paulo Pinto Mascarenhas 2009-01-03T00:38:48 Addio, adieu, auf wiederseh'n, goodbye 2009-01-03T00:40:27Z 2009-01-03T00:41:40Z <p> </p> <object width="425" height="350"> <param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/0MjjaunoFC0"></param> <embed src="http://www.youtube.com/v/0MjjaunoFC0" type="application/x-shockwave-flash" width="425" height="350" allowScriptAccess="never"></embed> </object> <p> </p> <p>Para que não possam restar <a target="_blank" href="http://kontrastes.org/media-blogica/bloggers-e-atlanticos/">dúvidas ou possíveis mal-entendidos</a>, a minha mensagem de despedida do <a href="http://atlantico.blogs.sapo.pt/2582208.html" target="_blank"><b>Atlântico</b></a> funciona também para o <a target="_blank" href="http://31daarmada.blogs.sapo.pt/2013454.html"><b>31 da Armada</b></a>. A todos, um grande 2009.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2582957 joao moreira de sá 2009-01-02T22:25:44 "Ano novo, vida nova" - a minha posição 2009-01-02T22:35:56Z 2009-01-02T22:35:56Z <p> </p> <div>O que tinha a dizer ao Paulo e sobre o blogue já lho disse no privado do email como prefiro.</div> <div>A minha posição, declaração de intenções, pública, para Atlânticos e Atlantes é apenas esta:</div> <div> </div> <div>Havendo circo, haverá palhaço. Com todo o prazer (falo por mim, claro)</div> <div> </div> <div>Mais que isto, porque concordo com o Henrique, o Paulo é a alma, porque concordo com o Paulo no já não ser este o blogue da Revista Atlântico mas o Blogue Atlântico, espaço de pensamento mais até que blogue &quot;de politica&quot;, faz falta. Esta parte, digo-a como Atlante, leitor, não como o Atlântico &quot;Arcebispo de Cantuária&quot;, no caso, o palhaço da matáfora (circo, de Monte Carlo, claro!)</div> <div> </div> <div>João Moreira de Sá</div> <div> </div> <div> </div> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2582619 Henrique Raposo 2009-01-02T16:34:45 PPM, e Adeus 2009-01-02T16:35:59Z 2009-01-02T18:52:35Z <p>Como todos os atlânticos sabem, sempre disse que não há blog sem o Paulo. Se o Paulo &ndash; devido a óptimas razões profissionais &ndash; não pode andar por aqui, então, o blog morre. Por isso, este é o meu último post neste cantinho. Ninguém, muito menos eu, pode fazer de &ldquo;PPM&rdquo;. Isto não é como no futebol: não se muda de treinador. Se o &ldquo;mister&rdquo; sai, os jogadores também saem. O Paulo, como é um mostro de humildade, ainda queria acreditar que isto poderia viver sem ele. Mas não pode. Nem faz sentido.</p> <div> </div> <div> </div> <div>Fecha-se aqui o ciclo <i>Atlântico</i>, que comecei em 2005 &ndash; ainda sob a direcção da Helena Matos. Devo muito à revista. Se não me engano, fui o único anormal a escrever em todos os números. Ganhei aqui ritmo de escrita e de edição. Devo muito a todas as pessoas que trabalharam na revista. Agradeço a todos os que fizeram parte da direcção, e a todos os que contribuíram com textos para aguentarmos uma revista desta natureza durante 36 meses ininterruptos. Obrigado a todos.</div> <div> </div> <div>Uma última palavra para o Paulo. Devo-lhe muito, na amizade e no trabalho. Um abraço para ele. Este <i>fim </i>é óptimo porque representa o regresso do Paulo às lides jornalísticas puras e duras. A boa notícia do final de 2008 foi mesmo esta fase nova da carreira do Mighty PPM.</div> <div> </div> <div>Um abraço para o Paulo, um abraço para os restantes atlânticos, um abraço a todos os leitores da Atlântico. Como diz o outro, a malta vai andar por aí.</div> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:atlantico:2582208 Paulo Pinto Mascarenhas 2009-01-02T16:01:44 Ano novo, vida nova 2009-01-02T15:57:51Z 2009-01-03T01:12:27Z <p>Em 2009 vou participar na criação e lançamento de um novo jornal, o que me impede de manter presença assídua neste blogue. Como não consigo estar a meio termo em projecto algum, esta é a minha carta de despedida do <b>Atlântico</b>. Vou certamente continuar a andar por aí e até posso aparecer muito excepcionalmente por aqui para contar uma ou outra novidade do novo jornal. A partir de hoje a continuidade do blogue estará nas mãos e na escrita da fabulosa equipa de <b><a href="http://atlantico.blogs.sapo.pt/1086.html" target="_blank">Atlânticos</a></b>. Agradeço a todos a generosidade e o empenho na participação &ndash; aos que por cá continuam mas também aos que por cá já não escrevem &ndash; e especialmente aos leitores e comentadores que nos acompanharam <a href="http://revista-atlantico.blogspot.com/2006_01_01_archive.html#113707084916522034" target="_blank">durante quase três anos</a>. Foi muito bom enquanto durou. A todos, sem excepção, um excelente ano.</p>