Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008
Cavaco (6)

No dia 1 de Janeiro de 2009, quando o Presidente da República dirigir a sua mensagem de Ano Novo aos portugueses, poderemos assistir a mais um episódio da escalada do confronto entre Belém e S. Bento, por interposto Largo do Rato. Essa será a interpretação geral se Cavaco Silva tecer alguma crítica que seja ao modo como está a ser governado o país, a começar no fantasmagórico Orçamento de Estado para 2009. Só quem não entende a democracia como um sistema institucional de checks and balances é que pode reduzir a importância da aprovação do Estatuto dos Açores. O "precedente muito grave" abre um novo capítulo nas relações entre o primeiro-ministro e o Presidente da República. A partir de hoje, Cavaco e Sócrates não fazem parte da mesma moeda.



publicado por Paulo Pinto Mascarenhas
link do poste | comentar

pub
pesquisar
 
linques
blogs SAPO